segunda-feira, 27 de abril de 2015

Dia 30 de abril: Greve Nacional dos/as trabalhadores da educação básica pública

 Manifestação no calçadão a partir das 15:30.

10% do PIB JÁ!

Pagamento do Piso Salarial Nacional!

Plano de Carreira com valorização de tempo e  formação!

Melhores condições de trabalho!
Não à terceirização (PL 4330)!
Não ao ajuste fiscal de Dilma (MP 664 e 665)



cnte greve nacional 30 abril site slide final
O ano de 2015 iniciou com os mesmos problemas de sempre na área educacional do País. Faltam professores nas escolas, as salas de aula continuam superlotadas, grande parte dos gestores insiste em descumprir a Lei do Piso Salarial do Magistério, os funcionários da educação não conseguem ter acesso à profissionalização e, quando têm, não são valorizados nos planos de carreira, as escolas se mantêm em estado de penúria – estudos com base nas estatísticas oficiais revelam que menos de 1% delas possuem infraestrutura e equipamentos completos, tais como bibliotecas, laboratórios de informática e ciências, acesso à Internet, salas de aula com projetores, quadras esportivas, sanitários adequados, salas para os profissionais da educação, cantinas salubres e espaços de recreação seguros e compatíveis com as atividades educativas.

Terça feira é dia de Assembelia Regional, Vamos discutir a proposta do governo e o indicativo de greve. Pimentel, não aceitaremos retrocesso. Abono não nos contempla.

.

sexta-feira, 24 de abril de 2015

ATENÇÃO SERVIDORES DA EX LC 100

O SINDUTE ESTÁ AJUIZANDO  AS SEGUINTES AÇÕES:
ü     FGTS
ü     FÉRIAS PRÊMIO
ü     DANO MORAL
ü     APOSENTADORIA POR INVALIDEZ

ENTRE EM CONTATO COM A SUBSEDE PARA SE INFORMAR SOBRE OS DOCUMENTOS NECESSÁRIOS – 3216-4963

SINDUTE-SUBSEDE/JF

Finalização da Campanha do MML será com cachorro quente e cerveja. Participe!


Está chegando ao fim a campanha nacional do Movimento Mulheres em Luta por mais investimento no combate à violência contra as mulheres. Por todo o país, foram recolhidas assinaturas para o nosso abaixo-assinado que exige aplicação de 1% do PIB para a Secretaria de Política para as Mulheres, órgão responsável pelo combate a violência.

E em Juiz de Fora não foi diferente. Foram feitas agitações em diversos lugares e a campanha conquistou muitos adeptos na cidade. Fizemos, também, um abaixo-assinado com reivindicações específicas da cidade, voltadas para o combate à violência contra a mulher, e queremos construir um grande ato de entrega ao prefeito Bruno.

E para finalizar a campanha nacional do 1% do PIB, construída com muito gás em Juiz de Fora, e impulsionarmos as nossas lutas locais da cidade, queremos convidar todas as feministas e lutadoras da cidade para a nossa próxima reunião. Será no SindUTE ( Mister Moore, 157, apto. 107), às 16h. Estaremos vendendo cerveja e cachorro quente como forma de campanha financeira para o movimento.

É pelo fim da violência contra a mulher e toda as formas de opressão! Junte-se a nós!

- Pela aplicação de 1% do PIB para a Secretaria de Política para as Mulheres
- Reabertura da casa-abrigo em Juiz de Fora
- Funcionamento integral da Casa da Mulher
- Construção de um Centro de Referência da Mulher na Zona Norte

quarta-feira, 22 de abril de 2015

Governo do Estado apresenta nova proposta ao Sind-UTE/MG

A nossa pressão está funcionando. O governo melhorou algumas das propostas anteriores, porém manteve a lógica do abono e do tratamento diferenciado em relação aos aposentados, retrocesso na carreira e poucas respostas em relação aos problemas dos ex servidores da lei 100. 
Vamos continuar pressionando. A manifestação de ontem em Ouro Preto foi importante, mas precisamos de mais. Dia 29/04 tem paralisação com indicativo de greve. Vamos construir uma grande paralisação, uma grande assembleia e manifestação em BH.
Dia 27 tem outra negociação. Pimentel tem que se  sentir mais pressionado pela categoria que que, em sua maioria, o elegeu. Não abrimos mão do piso já!, da recomposição da carreira e de melhores condições de trabalho e do Ipsemg e não aceitaremos divisão da categoria entre ativos e aposentados.
Dia 30 tem paralisação nacional da educação convocada pela CNTE. Serão dois dias de luta e mais uma oportunidade de fazermos pressão.
Hoje (4ª feira) as 15h e amanhã as 9h terá reunião de representantes de escola e dia 28 assembleia no IEE. Nesses espaços explicaremos a proposta do governo. Participem


Governo do Estado apresenta nova proposta ao Sind-UTE/MG
A oitava reunião da Comissão de Negociação, com membros do governo de Minas Gerais, o Sindicato Único dos Trabalhadores em Educação de Minas Gerais (Sind-UTE/MG) e a Associação de Diretores de Escolas Oficiais de Minas Gerais (Adeomg), aconteceu na manhã desta sexta-feira (17/04/15).

Uma nova proposta foi apresentada pelo governo mineiro. A direção do Sind-UTE/MG apresentou várias alterações e reiterou a inclusão dos aposentados. O governo acatou algumas reivindicações do Sind-UTE/MG e encaminhou a proposta, que segue abaixo.


[ CLIQUE E VEJA A PROPOSTA DO GOVERNO ]
http://sindutemg.org.br/novosite/propostas_educacao_basica_17_04_2015_6%20(1).pdf


Antes da reunião o Sind-UTE/MG recebeu um documento dos servidores da Secretaria de Estado da Educação e se comprometeu a realizar reunião com o grupo para discutir as demandas específicas e estratégias para a negociação.
Participação
Estiveram presentes pelo Sind-UTE/MG: Beatriz Cerqueira (coordenadora); Marilda de Abreu, Lecioni Pereira e Feliciana Saldanha (diretoras), técnicos do departamento Jurídico do Sindicato e Dieese.
Pelo Governo, o secretário-Adjunto de Estado de Planejamento e Gestão (Seplag), Wieland Silberschneider, Secretário-Adjunto de Educação, Antônio Carlos Pereira; subsecretário de Gestão de Recursos Humanos, Antônio David de Souza Júnior e o secretário-Adjunto de Governo, Francisco Moreira. Também participaram diretores da Adeomg.
Próxima reunião A direção do Sind-UTE/MG informou que apresentará  e discutirá as propostas à categoria durante o 10º Congresso do Sind-UTE/MG e 22º dos Trabalhadores e Trabalhadoras em Educação, que acontece de 18 a 21 de abril, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A Comissão volta a se reunir no dia 27 de abril, às 14h30, na Cidade Administrativa.
A direção do Sindicato também fará um novo informe detalhando as propostas apresentadas.